INCENTIVOS À IMPRENSA.

Na reunião do Conselho de Ministros da passada quinta-feira, o Estado decidiu no âmbito da revisão da Lei de incentivos à imprensa, aumentar os incentivos à imprensa escrita, às rádios e às televisões e isentar o pagamento da taxa de espectro radioelétrico que faz a ANAC, ficando as rádios isentas dessa taxa. Recorde-se que até esta data a Lei de Incentivos era apenas dedicada à imprensa escrita. Assim, de acordo com Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, “o Governo pretende trabalhar nessa questão para apresentar incentivos cada vez mais justos e transparentes para todos os órgãos de comunicação social”.

Somos da opinião de que o Estado não se deve imiscuir em questões relacionadas com a imprensa, limitando-se apenas a fazer cumprir a constituição e dando toda a liberdade para a imprensa fazer o seu trabalho livremente. Por tudo isto, consideramos um enorme retrocesso, quando vemos o Estado optar por aumentar os incentivos à imprensa, quando deveria seguir precisamente o caminho oposto.

Depois de tudo o que divulgamos sobre o jornal Cabo Verde Direto, (https://goo.gl/ojnBrn) confessamos a nossa enorme curiosidade em saber se o jornal que é propriedade da secretária do Sr.Primeiro-Ministro e que curiosamente é mulher do senhor deputado do MpD Carlos Monteiro, também terá direito a “incentivos”?

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s